Não é sobre o amor, é sobre saber como se ama

Por Flávia Tereza Dizem por aí que a psicanálise faz das pessoas incrédulas nas relações amorosas, mas isso depende do amor em questão. Se é sobre o amor romântico dos contos de fadas, talvez seja prudente criar uma certa distância daquele amor falado o tempo todo em análise. O amor é um tema caríssimo à Leia mais… »

Para além de nós mesmos: Narcisismo e Modernidade

Por Claudio Barra de Castro Vivemos em tempos narcísicos. Sobre isso não há dúvida. Nossa época se apropria da imagem para vender mercadorias, a sociedade do espetáculo, e, condicionado a esse modelo, impulsiona um modo de relacionamento social em que a própria imagem fala por si, em que o corpo vira um meio de troca Leia mais… »

Você já “deu uma de psicólogo”?*

*Se você é psicólogo sabe exatamente do que eu estou falando. Se você não é, escute bem, ou melhor, leia bem e nos ajude a dizer não à banalização da Psicologia. Nós da área Psi, TODOS NÓS da área psi, algum dia na vida – desde a graduação – já ouvimos frases assim: – Você Leia mais… »

A amizade é sublime

Já ouvi dizer que estar num relacionamento amoroso e fazer planos para o futuro com a pessoa amada é mais importante do que compartilhar momentos sem propósitos com amigos. E sobre isso, eu vim aqui para discordar. E antes mesmo que você me aponte o dedo para dizer que eu estou desrespeitando o amor, insisto Leia mais… »

O que as novas tecnologias estão fazendo com o homem na atualidade?

O telefone celular ou qualquer outro aparelhinho ligado à internet é, para alguns, um meio de comunicação e, nas horas vagas, também serve para entreter. Para outros ainda, trata-se de um apêndice do corpo. Sim, apêndice, pois deliberadamente levamos e utilizamos o celular em tudo que é lugar, levamos para o banheiro, para a mesa Leia mais… »

O dor da traição – Exclusividade e possessividade

Escutei de alguém que quem sofre por ter sido traído apenas demonstra um sentimento de possessividade, pois a pessoa que foi traída se sente ferida por achar que o outro lhe pertence, por acreditar que ele não teria o direito de viver outros amores, que ele seria sua propriedade. Escutei e refleti. E concluí que Leia mais… »