Solta-te

Quando lamentas não vives Fechas os olhos diante do frio do seco, do áspero, do escorregadio da graxa, da luz, do breu do indisposto, do inerte, do bruto do desfeito, do insano, do corte Acabas te encolhendo num mundinho de coisas eleitas o conhecido que não aceita o novo o mesmo que rejeita o outro Leia mais… »

Apalavramento fiel

Cuidado transcende qualquer juízo estético Bonito, feio, kitsch, brega, cafona, pastiche Para além do cânone e da ótica Brota da mão a promessa De bem-querer Acasalamento no ninho Apalavramento fiel: “Há lugar para mais de um no (meu) mundo Dou-te a senha Capricho!” Claudio Pfeil

Diário de um Analisando em Paris, Claudio Pfeil

Meu interesse pelo “Diário” começou com a leitura de pequenos fragmentos sedutores doados pelo autor-personagem em suas redes sociais. Claudio Pfeil, que é doutor em Filosofia pela Sorbonne e mestre em Psicanálise pela Université de Paris 8, compartilha de maneira cativante em seu livro em forma de diário sua rotina entre as atividades de mestrado Leia mais… »