Quem Somos

O nome Bem Dita Palavra vem daquilo que acreditamos ser a ética da psicanálise, que é a ética do bem-dizer (não um dizer o bem). Esse “bem dizer”, segundo Miller, é um saber fazer com a metonímia. “É dizer, levando em conta que o desejo não pode ser dito diretamente, mas que é dito sempre entre as palavras. É saber dizer de lado, por alusão, é ter um domínio do alusivo e saber dizer a verdade pela metade”. Desse modo o “essencial está entre as palavras e não nas palavras”

Bem Dita Palavra nasceu em 2015, e seu o objetivo primordial é abordar a questão da transmissão dos conceitos da psicanálise em sua dimensão mais ampla, posto que atualmente a busca por qualquer saber ocorre quase que frequentemente através das vias online. Neste caso, a escrita adquire um papel essencial no saber psicanalítico, sobretudo a partir do conceito lacaniano da letra que é capaz de tocar o irrepresentável e transmitir algo dele. Nosso compromisso com a público é tentar fazer do traço dos conceitos psicanalíticos um laço com o cotidiano de cada um, desmistificando e desconstruindo pré-conceitos para também tentar aproximar uma prática tão valiosa daqueles que se consideram leigos, bem como daqueles que compõem a comunidade psicanalítica. Nesta nova fase, contamos com a participação de Cláudio Barra, mais um psicanalista engajado e compromissado com a psicanálise e sua transmissão.

Flávia Tereza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *